Tuesday, 20 November 2007

Desabafos 37 - "A clonagem maldita"



Clonagem,
cópia fajuta.
Pretensiosa,
discriminatória.
São avanços,
não é retrocessos.
Incitação ao divino.

Hipócritas,
assassinos.
Nos diversos,
mortos embriões,
apenas um e defeituoso.
Enganadores,
enganados.

Não se assuste,
esta é uma cópia.
Mal feita retardada.
Tome é sua.
Leve-me,
não tenho,
ninguém nem sentimentos.

Sou sujo,
manipulado.
Cobaia,
copiado e reproduzido.
Sou você,
ou desgraçada imitação.
Não me deixe aqui.






willians de abreu

1 comment:

Alexandre said...

as copias nos satifazem, sem elas
nao viveriamos aos montes, amontoados
quenem bixo. não quenem gente.

Bixo é mais esperto nao vive assim nao. Nao destroi a natureza em que vive. bixo preserva não destruindo, reflorestando, convivendo em harmonia.

Perfeita Hamonia, Simbiose.

Homem, gente, destruidores. Nao vive sem modificar. Embelezar, alterar, deixar de forma mais agradavel
aos olhos, futilidade, tudo tem
que parecece bonito senao nao presta. mundo fragil a aparencia importa e muito.

As copias fazem com que todos nos possamos utilizar os mesmos produtos de forma parecida. Comodidade, padronização. Uma Caixa de Leite, uma lata de oleo uma lata de cerveza e tantas outras copias.

Em um mundo tão imenso há espaço para ambas cópias e originais conviverem juntas.


Viva. Não se deixe influenciar, invente, crie copie, re-copie.