Tuesday, 28 August 2007

Desabafos 25 - "Anônimo nas esquinas."



Nesta tarde,
Sento por aqui.
Sou um anônimo.
Desconhecido,
com um codinome.
Uma mamãe,
saudades do teu filho.

Amigos clandestinos.
Eu pobre mortal,
contra o regime.
Apunhalado por militares.
Sufocado,
também tanta hipocrisia.
Regime escravo.

Sigo fantasma.
Sem identidade,
mas convicto.
Lutando, perseverando.
Mas preocupado.
E os jovens de amanha.
Lutarão como nós hoje?

Que incógnita.
Lutando contra militares.
Por um Brasil,
que meu povo seja integro,
que nossas vidas e prisões,
nunca sejam em vão.
Que eu possa me orgulhar no caixão.




willians de abreu

1 comment:

Rodrigo Pastorelli said...

e os jovens de hoje talvez não lutam como os de antes...

é, vivemos o que chamam de normose...
complicado!

[]s meu querido!